quinta-feira, 13 de maio de 2010

com cinco letrinhas apenas (inéditas)

Escadas de trama em vidas acima
Ver a chuva enlamear
As veredas prumadas
Ver-te desaparecer nos nevoeiros
De ruas de pedra cor de morte
Quero-te cidade ruga do passado
Ignoro as estátuas famélicas
Abraço-te mulher de maças salientes
E ancas de rio com açoite de vento

obrigada Carlos [Teixeira Luis]