terça-feira, 8 de junho de 2010

com cinco letrinhas apenas, sublinhava o José Eduardo

"Se na arte é observável o enriquecimento da trama das representações, na música esse enriquecimento parece coincidir com o rumor do fundo da vida, com o que não é já ou ainda não é recordação de coisa nenhuma: "expressões que não sabemos que coisas exprimem, sabemos apenas que exprimem"."
in "Símbolo, Analogia e Afinidade" de Maria Filomena Molder, Vendaval,2009