sábado, 4 de junho de 2011

Teoria da Conspiração #26 (ou a Máquina do Estado Novo)



«Mas no caso da máquina humana de leitura, "ler" significa: reagir desta e daquela maneira a símbolos escritos. Assim, este conceito ficou completamente independente de um mecanismo psíquico ou de outro qualquer. - Aqui também não pode o professor dizer ao aluno: "Talvez ele tenha lido esta palavra". Porque não há qualquer duvida acerca do ele fez. - A transformação que foi tendo lugar quando o aluno começou a ler foi uma transformação do seu
comportamento; e aqui não tem qualquer sentido falar de uma "primeira palavra no seu estado novo de consciência".»

Ludwig Wittgenstein, "Tratado Lógico-Filosófico. Investigações Filosóficas", Fundação Calouste Gulbenkian, 1995