quinta-feira, 13 de junho de 2013

Perguntas Abandonadas




















Porque, se a vida é breve tantas cousas buscamos? Para 
quê terras alheias
Por outros sóis cadentes? Quem da pátria
Sai a si mesmo escapa?

Horácio - Odes, II, 16.
(trad. de Jorge de Sena)