segunda-feira, 1 de julho de 2013

Chefe, precisamos de mentiras novas


«avanço lesto por entre a multidão insane presa de ecrãs de teelvisão alarmes soam em todo o quarteirão disparos, gritos, lançando a confusão é guerra sem quartel de empresas rivais na busca do controlo de mercados locais ou então... ou então... encena-se um directo para a teelvisão sirenes passam em grande aceleração olhando para ecrãs de teelvisão o caso surge com outra dimensão imagens com voz servindo de guião é guerra sem quartel de empresas rivais na busca do controlo de mercados locais ou então... ou então... encena-se um directo para a teelvisão»

Adolfo Luxúria Canibal / Miguel Pedro, "Em Directo (Para a Teelvisão)", Há já muito tempo que nesta latrina o ar se tornou irrespirável, 1998