quarta-feira, 23 de outubro de 2013

26/05/49


"Com o meu novo olhar avalio a vida à minha volta. Em particular, assusto-me ao perceber como estive próximo de me deixar escorregar para a vida académica. Teria sido muito fácil... bastava continuar a ter boas notas - (provavelmente teria ficado pelo Inglês - simplesmente não tenho a habilidade matemática para a Filosofia) - ficar para o mestrado e tornar-me professora assistente, escrever uns quantos trabalhos sobre temas obscuros sobre os quais ninguém se importa e, aos sessenta anos de idade, seria uma catedrática em pleno. Porque estive hoje na biblioteca a passar os olhos pelas publicações do Departamento de Inglês - longas monografias (com centenas de páginas) sobre temas como: A Utilização de «Tu» e «Vous» em Voltaire; A Crítica Social de Fenimore Cooper; Uma Bibliografia dos Escritos de Bret Harte em revistas + Jornais da Califórnia (1859-1891)...

Meu Deus! No que eu me ia metendo!?!"