segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Às vezes fico a pensar naquilo que escrevo para aqui. Hoje li, de uma ponta à outra, um blogue de uma tipa com cancro. Pensei nas amigas que. Não chorei, não cheguei a chorar. E depois pensei nestes textos, na superficialidade destes textos, não pela qualidade, mas pela falta de verdade, pela ligeireza com que se mostram, com que me mostram. Nunca estive tão descomprometida com a escrita, comigo mesma, com qualquer projecto pessoal, com um futuro. Não porque o não queira mas apenas porque não sei como.