terça-feira, 8 de outubro de 2013

Depois de não sei quanto tempo à espera de ler livro x sinto uma imensa decepção. Não gosto. Não quero. Não me diz nada. A vida é tão surpreendente que me põe a detestar aquilo de que eu sempre quis gostar e a adorar aquilo que não me dizia muito, para o qual até olhava de lado. É também por isto que nunca estive tão só. Tenho as emoções viradas do avesso, vejo tudo de pernas para o ar, descubro a cada minuto um ângulo demasiado forte. Estou a tal ponto intensa que a mínima repetição de qualquer coisa enfadonha me atira contra a parede. Se me sinto culpada? Naturalmente.