terça-feira, 29 de outubro de 2013

Ontem, depois de assistir ao noticiário na tv, dei por mim a sentir-me bastante satisfeita com a vida. Dizem que a televisão deprime, porque só mostra desgraças, mas eu cá acho que tem o efeito oposto. Pois então se uma pessoa está na sua casa (ou na casa da avó, tanto faz), sentada num belo sofá, ou à mesa de jantar, e tem a tv cabo paga, a barriga cheia, não viveu trancada numa cave durante 10 anos, não enfiou um filho no porta bagagens, não levou um balázio nas últimas férias nem foi atropelada por um carro em chamas, então essa pessoa, pese embora o IRS, tem alguma sorte, vá, uma sorte q.b.