segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

«É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha, / de vez em quando os cotovelos se esbarram, / ele fala coisas como "este foi difícil" / "prateou no ar dando rabanadas" / e faz o gesto com a mão.»

As coisas de que mais gosto, eu não as compreendo. E se digo de mim que sou uma pessoa lenta, não se pense que isso me envergonha - já não. Sim, sou lenta. Primeiro gosto e depois são anos até à revelação.