sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

olha que giro: tenho trinta anos e continuo a sentar-me na cozinha sem saber o que dizer. sim, continuo a enfiar coisas no forno - tudo menos a cabeça.