sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

dying we live

Só há duas coisas: a que tu podes fazer e a que tu não podes fazer. Por exemplo, tu podes escrever mas não podes estar um ano sem ver o teu filho. Podes ir viver para uma aldeia mas não podes deixar de atender o telefone à tua mãe. E não interessa o que tu queres porque só há o que podes e o que não podes.