quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

18/8/61

Um sonho como nunca tive: sonhei longamente com uma sensação, com uma sensação apenas. Era um sentimento de suprema felicidade, de ventura, de bem-aventurança. Era no campo, sim, mas não havia nenhuma imagem, nem sequer de mim própria. Só essa sensação de suprema ventura.

Ana Hatherly, em Anacrusa - 68 Sonhos, Cosmorama