domingo, 17 de janeiro de 2010

agora que descobri a palavra xoné não consigo deixar de a usar até à exaustão. o ricardo, um xoné. o meu filho, outro xoné. até o irmão karamazov é um bocado xoné. eu também sou xoné, logicamente. e os meus gatos são do mais xoné que pode haver. estou rodeada de xonés, basicamente.