quinta-feira, 7 de janeiro de 2010


COCHE REAL, O DEGELO
mais tolerante, indiferente, menos
exigente, talvez
passei a sentar-me na Bijou do Calhariz
(outra moldura, os mesmos eléctricos)
no silêncio polar de urso a quem vão
descongelando aos poucos o último glaciar
da terra
outros, cuja paciência está
há muito esgotada, foram indignar-se
incrédulos
para lugar nenhum
- o último lugar -
vou ficando por aqui no Calhariz
a esta mesa
marcando encontros a que respondes
com uma incompleta comparência
Miguel-Manso, Telhados de Vidro Nº13, Averno