terça-feira, 19 de janeiro de 2010

dicionário das causalidades #2



B

Bem-aventuranças

«Os que se mostram perenemente surpreendidos por a depravação existir, que continuam a sentir-se desiludidos (mesmo incrédulos) quando confrontados com a evidência daquilo que os humanos são capazes de inflingir sob a forma de sinistras atrocidades impostas a outros humanos, não atingiram ainda a idade adulta moral ou psicológica. Ninguém, a partir de certa idade, tem o direito a tal tipo de inocência, de superficialidade, de tal grau de ignorância, ou amnésia.»

Susan Sontag, "Olhando o Sofrimento dos Outros", Gótica, 2003