terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Uma éspecie de crime



"O que até agora não aconteceu, deve o texto insistir que aconteça para que a liberdade de consciência, ao ser fulgurizada, não se transforme, seguindo o seu risco próprio, em catástrofe afectiva e mental."