sexta-feira, 9 de abril de 2010

espécie de oração particular #5



«Estranha é a coragem
que me dás, estrela antiga:

Brilha sozinha na aurora
para a qual nada representas!»

William Carlos Williams, "Antologia Breve", Assírio & Alvim, 1995