sábado, 3 de abril de 2010


Um dia neste mesmo ano de 1932, eu tinha encontrado em casa de Picasso um estranho casal: o homem era belo com o seu rosto macilento duma palidez azeitonada e um pequeno bigode; os grandes olhos de alucinado cintilavam; os longos cabelos ciganos escorriam de brilhantina: O colarinho alto de riscas azuis, o nó da gravata em cordel vermelho, traíam a sua tendência para se singularizar. A mulher, de idade indeterminada, o corpo arrapazado, era esbelta, miúda, muito morena. Os olhos castanhos penetrantes davam ao rosto uma singular atracção.
Picasso fez as apresentações:
- Brassaï conhece Gala e Salvador Dali?


-"Conversas com Picasso" - Brassaï