sexta-feira, 21 de maio de 2010

com cinco letrinhas apenas, senhor cliente (5)

O fascínio de uma arquitectura perfeita anuncia-nos a clareza de um novo dia e a certeza de não sermos sós. Uma teia onde reconhecemos alguns dos fios da nossa trama. Quase seduzidos a enredar-nos nela. […]

Ana Viana, Murmúrios de um Lugar Branco, Indícios de Oiro, 2009; pág. 56