terça-feira, 8 de junho de 2010

Movimento Total - o corpo e a dança



O contacto dos corpos produz movimentos que são demasiado rápidos para o pensamento. E isso escava um buraco na consciência. A consciência do corpo criva-se de buracos, como um queijo gruyère. Mas ao mesmo tempo os buracos tendem a preencher-se, procurando o bailarino ter uma consciência plena e contínua (full conscience) dos movimentos corporais. Esta consciência plena alarga o mapa dos movimentos; é preciso que eles não permaneçam inconscientes nesse buraco de consciência, porque se arriscam a ficar "incrustados (embedded) no movimento como uma parte do sentimento global do movimento".
Como caracterizar tais movimentos que, pela sua extrema velocidade, escapam à consciência? São movimentos virtuais.


- José Gil -