domingo, 30 de janeiro de 2011

Contentamento é a ida
De uma alma do interior para o mar,
Passadas as casas - passados os promontórios -
Até à profunda Eternidade -

Criado como nós, entre montanhas,
Pode o marinheiro entender
A intoxicação divina
Da primeira légua longe da terra?


Emily Dickinson
Esta é a minha carta ao mundo e outros poemas