segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DIA CLARO

O céu é tão azul que neste instante se distingue,
escuro, um pássaro.
Está um dia tão claro como numa pintura
de Brueghel, o Velho.
Se não estivesse triste, nada seria tão belo.

Màrius Torres, A Cidade Longínqua, OVNI, org. e trad. Rita Custódio e Àlex Tarradellas, 2011