segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

viva 2012

Como não tenho dinheiro, não posso comprar. Como não posso comprar, não sou. Como não sou, não penso. E se não penso, não escrevo.